terça-feira, 30 de novembro de 2010

De Todo Amor

E se eu pudesse meu futuro olhar
E nele eu não te encontrasse,
Minha vida eu ia querer tirar
Por não haver alguém que eu amasse

E quando nessa estrada eu pisar
Tudo, meu bem, será diferente
Seja aqui ou em qualquer lugar
Verás que te quero realmente

Agora eu só vejo você
E sinto a chuva lá fora
De seus braços eu não vou me perder
Saudade que chega e demora

E se um dia você se afastar
Deixando-me só em meu desalento
A alegria vai te acompanhar
E a mim só vai caber sofrimento.

2 comentários:

  1. VC EH MUITO LINDA!!!!!! (L)

    ResponderExcluir
  2. mano, ja perdi a conta de quantas vezes eu ja li esse poema!!!! XD

    ResponderExcluir